Visite o SPIN
SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

terça-feira, 26 de março de 2013

Caso eu seja assassinado ou Caso eu não volte

Sei que esta obra aberta ou dêictica ou deiscente(nada a ver com decência) ou prefeita(nada a ver com perfeccionismOOo) coloca-me sob constante pena de morte
Assim como ocorreu agora, relato
Posso ser morto por não ser jornalista
Artista não tem liberdade de expressão nesta cidade
Senão vejamos, quando disse um momento ou time sem avisar meu destino, o meu objetivo era fotografar uma obra de Duchamp no lixo da Justiça
Ocorre que ao chegar à Praça do Bandeirante, centro, estava uma chuva deliciosa e resolvi fotografar a chuva na praça e, tendo uma viatura policial no meu raio solar, o veículo saiu na foto
E de repente se aproximou um policial com ar de spin carrancudo ou truculento ou carrasco
Ele(nervoso): Você fotografou a viatura?
Eu(nervoso mas buscando): Nossa, a chuva tá uma delícia. Ah, o que foi mesmo que aconteceu
Ele: Você fotografou a viatura
Eu: Ah, não sei, será que saiu, talvez sim, a viatura tá no meu raio de visão
Ele: Pois não pode. Você é o que mesmo.
Eu: Sou artista
Ele: Não pode. Você não é jornalista
Eu(nervoso): Pois não, vou apagar a foto
(Não conheço muito a máquina que estou usando, uma Panasonic que, é só tirar uma foto, acusa que o cartão de memória tá cheio, por isso não consegui localizar a foto para apagá-la sob a ordem abrupta do policial com a mão no coldre do revólver).
Eu: Você poderia localizar a foto, não estou conseguido. E apague.
Ele(Localizou e apagou a foto).
Eu: Pois não, muito obrigado, um bom trabalho para vocês.
....
Entrei no hall do Itaú, spin banco, pessoa jurídica, e tirei a foto proibida
Sei que posso ser assassinado por causa desta foto, por favor, se isto acontecer, informo que havia duas viaturas, uma ao lado da outra, uma de número 6237 e outro 6238,  olhei mas não vi a identificação do policial, tinha outro de nome Alcântara, parece-me que sim, foi tudo tão rápido, eu não poderia encará-los, sob pena de não terminar esta obra para o spin cantor
...
P.S.-  Ao tirar a foto com a máquina fotográfica veio a mensagem informando que o cartão da memória está cheio. Cheio não sei como se a única foto que havia ali foi apagada pelo policial, spin segurança, vou jogar essa máquina no lixo da justiça. Por isso tirei a foto com o Iphone mas, ao chegar agora a lan house o atendende disse que não conseguiu baixar a foto porque o Iphone é o 5 e ele(atendente) não tem o iTunes. Fazer o que né, paciência. Mas se eu desaparecer saibam pq. 

Nenhum comentário: